Estadia tranquila

com o Atlântico no horizonte

Requinte
e conforto

Moradia dividida em apartamentos T1 com varandas privadas, viradas ao mar com acessos independentes à piscina.

Elegante
e luminoso

Moradia T2 com todo o conforto e descontração convida a usufruir de um ambiente leve invadido pelo cheiro do mar.

Jardim com piscina

São quatro espaços distintos (um T2 e três T1) reservados por um muro e separados por um extenso jardim arrelvado e uma piscina (1.8 metros de profundidade) ladeada a madeira e pedra rolada. Todo o espaço exterior (cerca de 1.300 m2) é iluminado à noite.

Varandas privadas

Cada uma das casas tem uma varanda privada e mobilada com vista para o mar e acesso independente à piscina. No interior, a assinatura do Arq. Carlos Sousa Dias, convida a usufruir de um ambiente leve e distinto.

Open spaces

Num conceito de open space encontramos a sala-de-estar, área de refeições e cozinha cujas paredes viradas ao mar convidam à contemplação, por meio de um rendilhado de janelas, sem cortinas, que invade todo o espaço de luz e o cheiro do mar.

Suites espaçosas

Nas suites, todas elas espaçosas, destaque para o conforto das camas extralongas e os pormenores nas casas de banho com mimos como, por exemplo a oferta de sabonete artesanal de azeite com variados aromas (canela, funcho, hortelã e alfazema).

Serviços incluídos

Pequeno-almoço

À chegada deixamos produtos frescos, caseiros e regionais (leite, café, chá, afiambrados, queijos, manteigas, compotas, frutas, cereais e pastelaria variada). Todos os dias deixamos à sua porta pão fresco

Limpeza diária

Toalhas de banho para piscina

Produtos de higiene pessoal artesanais

Berço

Protetores de tomadas

Free wi-fi e televisão por satélite

Literatura internacional

Estacionamento privado

Serviços extra

Compras

Por solicitação, deixaremos a sua lista de compras à chegada

 

Refeições ao jantar

Menu infantil, vegetariano e variado

Healing massage

Ao som do mar relaxe e restabeleça o equilíbrio do corpo e da mente

Cama extra

Serviço de transfer

Calheta de Nesquim

E o mar? E o deslumbramento do mar, com a majestade das suas fúrias em dias de temporal, com a luminosidade do seu imenso azul quando, limpo o céu de negrumes de chumbo, o sol a tudo e a todos envolve em claridades de vida e alegria… E, neste mar, a epopeia das velas brancas dos botes baleeiros recortadas, vaporosas, leves, na neblina das distâncias.

Dias de Melo, in Mar Rubro

As Casas das Pereiras estão localizadas a Sul da Ilha do Pico, na pequena e pitoresca Freguesia da Calheta de Nesquim, a 35 km do Aeroporto do Pico. Aqui se destaca a singular beleza paisagística e a riqueza do património histórico e cultural, descrita por Dias de Melo.

É precisamente da Rua Professor Dias de Melo poeta e escritor que se encontra a Casa das Pereiras, antiga mercearia, no rés do chão e residência familiar, no primeiro piso.

Recentemente recuperada pela família Pereira (2018) é hoje um espaço de requinte, privilegiado para o descanso e para a contemplação.

Na essência daquilo que é o Turismo em Espaço Rural (TER) as Casas das Pereiras estão localizadas no seio da ruralidade, de onde é possível admirar a atividade marítima e hortícola da população local.

Como se de um museu se tratasse é possível observar de perto a tipicidade de uma casa rural de pedra (desabitada), com tanque (reservatório de água da chuva), retrete (desativada), eira circular de pedra assente num morro de nivelamento (onde se malhava e peneirava cereais), um abrigo de barcos de pesca e um milheiral.

Paredes meias com as Casas das Pereiras está o templo religioso (Igreja da Calheta de Nesquim), de nave longa forrada a basalto, reservando no interior a imagem de corpo completo do Bom Jesus dos Milagres. A festa em sua honra é centenária e acontece todos os anos a 6 de agosto. No terreiro da Igreja encontra-se o busto do Capitão Anselmo da Silveira (1833-1912) fundador da caça à baleia da Ilha do Pico, nesta Freguesia da Calheta de Nesquim, a 28 de abril de 1876.

Convidamo-lo a visitar o Largo do Capitão Anselmo e conversar com homens do mar e antigos baleeiros, num espaço rodeado por um conjunto de casas de habitações centenárias, um coreto, cafés, comércio (mercearia) e Museus (Casa dos Botes Baleeiros e exposição privada do baleeiro Almerindo Lemos, ambos de entrada livre).

Sugerimos o trilho da Calheta de Nesquim (PRC11PIC) que começa e termina em frente à Igreja. Seguindo a sinalética iniciará uma subida ao longo da canada estreita, até chegar à estrada regional. Virando à direita e logo depois à esquerda irá caminhar até à Rua dos Fetais. Para Oeste poderá desfrutar de uma vista deslumbrante para a Pedra Aguda e para o Cabeço do Silvado.

Na descida, até ao centro, irá passar por canadas cobertas por incensos e, já perto do mar irá andar por entre vinhas e passará por uma vigia de observação de baleias, em direcção ao mar.

Na zona costeira, encontrará uma excelente zona balnear chamada Poça das Mujas. Finalmente, seguindo junto ao Moinho do Mourricão chegará de novo à Igreja. (Este trilho é de dificuldade média, com uma extensão de 8.6 km que durará cerca de 2h30).

Casa das Pereiras

Reservas

9 + 12 =

Casa das Pereiras

São quatro espaços distintos (um T2 e três T1) reservados por um muro e separados por um extenso jardim arrelvado e uma piscina (1.8 metros de profundidade) ladeada a madeira e pedra rolada. Todo o espaço exterior (cerca de 1.300 m2) é iluminado à noite.

Casa uma das casas tem uma varanda privada e mobilada com vista para o mar e acesso independente à piscina. No interior, a assinatura do Arq. Carlos Sousa Dias, convida a usufruir de um ambiente leve e distinto.

Num conceito de open space encontramos a sala-de-estar, área de refeições e cozinha cujas paredes viradas ao mar convidam à contemplação, por meio de um rendilhado de janelas, sem cortinas, que invade todo o espaço de luz e o cheiro do mar.

Nas suites, todas eles espaçosas, destaque para o conforto das camas extralongas e os pormenores nas casas de banho com mimos como, por exemplo a oferta de sabonete artesanal de azeite com variados aromas (canela, funcho, hortelã e alfazema).

Os dois espaços T1 do rés-do-chão, têm comunicação interna, permitindo, se for o caso, ampliar a área disponível.

A Casa das Pereiras T2 é protegida, de ventos e intensidade do sol, por um metrosídero centenário.